Reynaldo Gianecchini celebra amizade com Ricardo Tozzi na peça teatral Os Guardas do Taj

Por Amanda Queirós - Metro São Paulo

Além de galãs, Reynaldo Gianecchini e Ricardo Tozzi são amigos de verdade. Quando surgiu a oportunidade de os dois levarem essa amizade também para os palcos, ambos toparam rapidamente.

“Não pretendíamos fazer nada. A gente simplesmente leu o texto e, em uma semana, já estávamos com a temporada montada”, revela Tozzi. Baseada no texto do americano Rajiv Joseph, a peça estreou no fim do ano passado em Portugal e chega neste sábado (13) a São Paulo.

"Eles são dois soldados muito simples, e tem uma beleza enorme nisso."

RICARDO TOZZI, ATOR

Nela, os atores vivem Babur (Ricardo Tozzi) e Humayun (Reynaldo Gianecchini), soldados indianos que resguardam o suntuoso Taj Mahal. O primeiro é curioso e sonhador, enquanto o segundo é realista e obediente. Apesar das diferenças, eles são verdadeiros amigos, o que vai ser posto à prova diante da difícil decisão de um deles.

“O mais atual da peça é a reflexão que ela faz sobre de onde vêm nossas escolhas. Escolhemos com nossa verdade ou a partir do que esperam da gente? Tudo tem consequência, e, às vezes, ela é muito pesada quando não parte do coração”, diz Gianecchini, para quem a montagem ajudou a reforçar os laços de amizade com Tozzi.

"O mais atual da peça é a reflexão sobre de onde vêm nossas escolhas."

REYNALDO GIANECCHINI, ATOR

“Os Guardas do Taj” tem direção de João Fonseca e Rafael Primot. “É difícil encontrar textos sobre a amizade de dois homens. Sentia falta de falar sobre isso”, diz Primot, também responsável pela tradução da peça.

Serviço:

No Teatro Raul Cortez (rua Dr. Plínio Barreto, 285, Bela Vista. Tel.: 3254-1631). Estreia neste sábado (13). Sexta-feiras, às 21h (R$ 60); sábados, às 21h (R$ 80); e domingos, às 18h (R$ 70). Até 25/3.

 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo