Arquivo X comemora 25 anos com nova leva de episódios a partir desta 4ª

Por Gabriela Acosta Silva/Metro Internacional

O sucesso do revival de “Arquivo X”, no ano passado, garantiu uma nova leva de dez episódios a este sucesso dos anos 1990 – os dois primeiros estreiam nesta quarta-feira (10), às 23h, no canal pago Fox.

Para o produtor e diretor Chris Carter, essa é uma prova de que ainda há muitas surpresas para os agentes Fox Mulder (David Duchovny) e Dana Scully (Gillian Anderson) viverem.

“A série continua nos dando um mundo de possibilidades. Tenho muitas ideias e as escrevo todos os dias. Contamos histórias emocionantes, assustadoras, divertidas e interessantes”, diz Carter.

Leia mais:
Marina Ruy Barbosa comemora dois anos de relacionamento com Xandinho Negrão
Fãs brasileiros se mobilizam para Britney cantar com Anitta

A nova temporada tem um sabor especial: ela marca os 25 anos da estreia da produção sobre a dupla de agentes do FBI, que, apesar de terem personalidades opostas, precisam se unir para investigar casos sobrenaturais ou com dedo alienígena no meio.

“Estreamos quando a internet ainda não havia estourado e fomos pioneiros em fazer coisas pela rede. Por muito tempo sofremos com pouca grana e tínhamos pouco tempo para fazer temporadas enormes”, lembra o produtor.

Um dos fatores que tornam a série adorada por fãs de todo o mundo é a química entre os protagonistas, algo que o ator David Duchovny, 57, nunca entendeu bem.

“Lembro de quando conheci Gillian, durante o teste de elenco. Eu procurava um fósforo e ela tirou um da bolsa e me deu sem dizer nada. Essa questão da química sempre me deixa sem jeito, porque ela é uma palavra que não considero a melhor para definir o porquê de nossos personagens continuarem a funcionar. Simplesmente temos respeito mútuo e prazer em atuar um com o outro”, afirma.

O ator diz ainda que a série destaca a igualdade de gênero, conferindo um peso importante ao papel da mulher. “Acho bem romântico quando homem e mulher se tratam não apenas como iguais, mas como componentes necessários um ao outro. Sem o outro, eles se diminuem enquanto pessoas e enquanto investigadores.”

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo