Homem guarda presente da ex ainda embrulhado há 47 anos

Por Victória Bravo

Adrian Pearce, de 60 anos, sofreu uma desilusão amorosa quando estava no ensino médio. Até aí, nada que qualquer pessoa também não tenha passado. Contudo, ele resolveu guardar o presente de Natal que ganhou de sua ex-namorada Vicki durante 47 anos e com um detalhe: sem abri-lo.

Pearce contou à CBC, portal canadense de notícias e entretenimento, que ganhou o presente no dia do término e o levou para casa, numa data próxima ao natal de 1970.

"Eu fiz uma longa caminhada até minha casa e fiquei aborrecido, todas aquelas coisas que você sente quando alguém termina com você", confessou o canadense.

Ao chegar em casa, Pearce contou que decidiu colocar o embrulho sob a árvore de Natal. Quando finalmente chegou o dia de abri-lo, disse a sua família que nunca abriria o presente. E realmente nunca o fez.

Pearce diz que a irmã mais nova de Vicki o procurou alguns anos depois do rompimento, deu o número de Vicki e disse que ela queria voltar a vê-lo.

Eles até se encontraram algumas vezes, mas depois perderam contato porque perceberam que não estavam interessados em namorar novamente.

Arquivo pessoal Reprodução / Metro.com.uk

 

 

O homem ainda colocou o presente sob a árvore, mesmo depois de se casar e ter filhos, até que sua esposa decidiu que o presente não era mais bem-vindo.

Agora, ele admite que às vezes ainda olha o presente e imagina o que aquele embrulho contém. Ele até tentou a ex novamente, mas não teve sorte na busca.

Pearce conta que não tinha certeza do que ele diria se Vicki atendesse o telefone e soubesse que ele manteve oculto o presente por tanto tempo.

"Mantive isso inicialmente porque acho que esperava que fôssemos ficar juntos novamente (…). Agora, depois de 47 anos, tornou-se um hábito olhar para ele e ter o prazer de não abri-lo", contou o idoso.

No momento, Pearce está considerando abrir o presente no 50º aniversário de recebê-lo e fazer concurso para adivinhar o que está sob o embrulho, o dinheiro seria doado a uma  instituição de caridade.

Foto Reprodução / Metro.com.uk
Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo