10 fatos surpreendentes sobre os vikings

Por Metro Internacional

Mesmo vendo as cinco temporadas de "Vikings", certamente ainda existem muitas coisas que você não sabe sobre os verdadeiros navegadores escandinavos e seus costumes.

Leia mais:
Veja fotos surpreendentes da Islândia, cenário da quinta temporada de Vikings
Vaza possível roteiro de Vikings e fãs já fazem previsões

Confira uma lista com 10 fatos surpreendentes sobre os vikings:

1. Sabe o capacete com chifres? Não fazia parte do look

Em descrições da Era Viking, esses povos são retratados com capacetes comuns. Estima-se que a “tendência” de retratar os vikings com esse tipo de acessório começou com pintores do século XIX.

2. Limpos sim, bem cuidados também

Remar barcos, lutar e matar inimigos: todas essas atividades são realmente de suar a camisa. Contudo, parece que, além de limpos, os nórdicos também se preocupavam em estar bem cuidados. É possível concluir isso porque em escavações vikings foram encontradas pinças, pentes, lâminas de barbear e limpadores de ouvido feitos de ossos e chifres de animais.

Além disso, foi constatado que esses povos gostavam de tomar banho em águas termais ao menos uma vez por semana – uma frequência bem maior quando comparados aos outros europeus da época.

Vikings Reprodução / Giphy

3. Líquido especial

Apesar de curtir uma limpeza, os vikings não tinham problemas em aproveitar todas as possibilidades dos excrementos humanos. No processo, eles colhiam um fungo chamado “touchwood” e o ferviam junto à urina humana durante vários dias.

O nitrato de sódio presente na urina fazia que o líquido, quando usado em um pedaço de feltro, ardesse ao invés de queimar. Isso dava aos vikings o poder de “carregar” o fogo.

4. Os mortos “navegavam”

Os vikings possuíam uma relação muito forte com seus barcos, por isso ser enterrado em um era a maior das honras. Na cultura acreditava-se que as embarcações ajudavam os guerreiros a chegar no seu destino final.

Se você viu o “enterro” de Earl Haraldson em "Vikings", pode ter uma ideia de como eram as cerimônias: eles eram queimados em seus barcos, com armas, bens valiosos e até mesmo escravos sacrificados.

5. Tráfico de pessoas

Os vikings eram grandes negociantes nos grandes mercados de escravos em toda a Europa e Oriente médio. Capturar e escravizar jovens foi um “negócio” que deixou muitos deles ricos.

6. Um pouco mais de direito para as mulheres

Na tradição viking as meninas se casavam aos 12 anos e cuidavam da casa enquanto os homens se aventuravam. Contudo, ainda assim elas possuíam mais direitos do que em outras sociedades da época.

As vikings que não eram escravas podiam herdar bens, pedir o divórcio e a devolução dos seus dotes se o casamento terminasse.

Vikings Reprodução / History

7. Viking rural

A maioria dos vikings não passava seus dias navegando e conhecendo novas terras empunhados de escudos e espadas. A verdade é que eles eram muito dedicados à agricultura e {a vida em suas fazendas, criando animais, plantando e colhendo.

8. Esquiadores

Na era viking, os nórdicos fabricavam esquis e o usavam tanto para a locomoção, quanto para a diversão. A atividade era tão apreciada que também existia um rei do esqui, Ullr.

9. Beleza padrão

Nada novo sob o sol, os vikings também consideravam importante seguir os padrões de beleza. Aqueles que tinham os cabelos negros, por exemplo, usavam sabonetes com alto teor de soda cáustica para descolorir os fios. Contudo, esse costume ajudou os vikings com um problema muito comum na época: os piolhos.

10. Cada um por si

Os vikings não eram um povo unido. Durante a Era Viking, o território que agora inclui a Dinamarca, Noruega e Suécia era constantemente palco de lutas de tribos vikings que brigavam entre si.

Vikings Reprodução / Giphy
Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo