Cantora cearense Amelinha homenageia o amigo Belchior em show nesta quinta

Por Metro Jornal

Quando Belchior morreu, em abril, engatilhou involuntariamente um novo projeto de sua amiga, a também cearense Amelinha: preparar um disco dedicado apenas ao cancioneiro do artista.

O resultado é o álbum “De Primeira Grandeza – As Canções de Belchior”, que ganha show de lançamento nesta quinta-feira (14), às 18h e 21h, no Sesc 24 de Maio (r. 24 de maio, 109, Centro, tel.: 3350-6300; R$ 30).

Leia mais:
Equilíbrio entre bem e mal fica ainda mais conturbado em Star Wars: Os Últimos Jedi
Exathlon Brasil: Minha experiência aqui foi muito real, afirma Vance, ao ser eliminado

O álbum foi criado a partir de uma proposta feita, ainda durante o luto pelo amigo, pelo produtor musical Thiago Marques Luiz, com quem ela havia trabalhado em seu último disco, “Janelas do Brasil” (2012).

São apenas dez faixas, que apresentam alguns dos maiores clássicos do Bob Dylan brasileiro, como “A Palo Seco”, “Mucuripe”, “Paralelas” e “Na Hora do Almoço”.

Os arranjos não buscam inventar a roda. O que conta, no projeto, são mesmo as interpretações de Amelinha, que, aos 67 anos, segue uma linha essencialmente emotiva – destacam-se sua visão para “Alucinação” e “De Primeira Grandeza”, faixa que Belchior imaginou na voz da amiga, mas que ainda não havia sido gravada por ela.

No show, a cantora apresenta ainda músicas pelas quais ficou conhecida, como “Frevo Mulher”, “Foi Deus Quem Fez Você” e “Galope Rasante”. Ela é acompanhada por Julio Brow (violão e guitarra), Estevan Sincovitz (baixo), Ricardo Prado (teclado e acordeon) e Caio Lopes (bateria). A direção é de Thiago Marques Luiz.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo