Jack não cabia na tábua, diz diretor de Titanic sobre polêmica famosa

Por Metro Jornal
Reprodução
Jack não cabia na tábua, diz diretor de Titanic sobre polêmica famosa

Mesmo após 20 anos, o filme "Titanic" é responsável por um dos assuntos que rende debate até hoje: a morte de Jack (Leonardo DiCaprio).

Enquanto os fãs insistem em questionar se o pedaço de madeira que salvou Rose (Kate Winslet) poderia aguentar o peso dos dois, o diretor do longa, James Cameron, falou sobre o assunto em uma entrevista à Fanity Fair.

Leia mais:
Carta de vítima do Titanic deve alcançar milhares de dólares em leilão
Triângulo amoroso de Titanic se reúne em evento promovido por Leonardo DiCaprio

Segundo Cameron, a tábua que rende debates acalorados até hoje chegou a passar por vários testes. "Eu estava na água com o pedaço de madeira e colocando pessoas sobre ele por cerca de dois dias. Isso tudo para ter a medida ideal para que ele flutuasse com uma única pessoa", explicou. O diretor disse ainda que os testes foram pensados para que Rose não ficasse imersa na água de 28 graus negativos e pudesse sobreviver por três horas, enquanto esperava o barco de resgate voltar.

Cameron também falou sobre o motivo de Jack morrer no filme. "Obviamente foi uma escolha artística. A coisa era apenas grande o suficiente para aguentá-la e não era grande o suficiente para aguentá-lo", disse. "Acho meio bobo, de verdade, que as pessoas estejam tendo essa discussão 20 anos depois. Mas isso mostra que o filme foi efetivo ao tornar Jack tão fascinante para o público que machuca vê-lo morrer".

O diretor falou também sobre a importância da morte de Jack dentro da narrativa do filme. "Se ele tivesse vivido, o final do filme não teria sentido. O filme é sobre morte e separação; ele tem que morrer. Então, se era da forma que foi, ou com um pedaço do navio caindo sobre ele, ele afundaria de qualquer jeito. As coisas acontecem por razões artísticas", finalizou.

"Titanic" arrecadou US$ 2,18 bilhões e rendeu 11 Oscars, entre os quais o de Melhor Filme e Melhor Diretor. Em comemoração às duas décadas do longa, ele voltará aos cinemas dos Estados Unidos.

Confira a reação das pessoas no Twitter:

Loading...
Revisa el siguiente artículo