Festival Música Estranha chega à quinta edição com artistas que fogem do óbvio

Por Metro Jornal
Quarteto dinamarquês We Like We abre a programação - Divulgação
Festival Música Estranha chega à quinta edição com artistas que fogem do óbvio

Experimentação é palavra-chave entre os artistas escalados para o 5º Festival Música Estranha, que acontece desta quarta-feira (22) a domingo em diferentes espaços de São Paulo.

Apresentado como uma “mostra internacional de música exploratória”, o evento se propõe a discutir os limites e possibilidades dessa linguagem a partir de atrações que defendem desde a música clássica contemporânea, eletroacústica, eletrônica e pop experimental a instalações, intervenções sonoras e trabalhos que promovem a intercessão com outras áreas.

O evento é recheado de oficinas e residências que visam proporcionar o intercâmbio entre os artistas, mas o contato com o público acontece, em sua maior parte, nas apresentações.

A abertura acontece nesta quarta, às 21h, com um pocket show do quarteto dinamarquês We Like We no Jazz nos Fundos (r. Cardeal Arcoverde, 742, Pinheiros; R$ 30). O grupo volta a tocar no sábado, às 19h, com a banda brasileira Mawaca, na Praça das Artes (av. São João, 281, Centro; grátis).

Na sexta, às 21h, a alemã Ute Wassermann revela seus experimentos vocais ao lado do suíço Thomas Rohrer no Centro Cultural B_arco (r. dr. Virgílio de Carvalho Pinto, 426, Pinheiros; grátis).

Já o percussionista brasileiro Cyro Baptista é atração no sábado, às 21h, e no domingo, às 18h, no Sesc 24 de Maio (r. 24 de maio, 109, Centro; R$ 30). Confira toda a programação no site musicaestranha.me.

Loading...
Revisa el siguiente artículo