Artistas lamentam morte de Malcolm Young, fundador do AC/DC

Por Reuters
Malcolm e Angus Young - Kevin Mazur/Stringer
Artistas lamentam morte de Malcolm Young, fundador do AC/DC

Homenagens para Malcolm Young, cofundador da banda de rock australiana AC/DC, se acumularem neste domingo, um dia depois de sua morte aos 64 anos após anos de sofrimento devido à demência.

Malcolm Young e seu irmão, Angus Young, fundaram o AC/DC em 1973. Seus sucessos incluíram “Highway to Hell”, de 1979, e “Back in Black” e “You Shook Me All Night Long”, de 1980.

“Malcolm, juntamente com Angus, foi o fundador e criador do AC/DC. Com enorme dedicação e compromisso, ele foi a força motriz da banda”, registrou o AC/DC em sua página no Facebook no final do sábado.

Young foi compositor, vocalista e guitarrista do AC/DC, uma banda de hard rock e heavy metal que foi introduzida no Rock & Roll Hall of Fame em 2003.

Fãs e amigos publicaram mais de 56 mil comentários no Facebook sob o anúncio da banda.

Gigantes do mundo da música utilizaram as redes sociais para expressar seu choque e saudaram a influência duradoura de Young.

“Tão triste em saber da morte de mais um amigo, Malcolm Young”, tuitou Ozzy Osbourne.

Eddie Van Halen tuítou, dizendo que era “um dia triste para o rock and roll”, acrescentando:

“Malcolm Young foi meu amigo e o coração e alma do AC/DC. Tive alguns dos melhores momentos da minha vida com ele na nossa turnê europeia de 1984. Sentiremos saudade dele e envio minhas mais profundas condolências para sua família, colegas de banda e amigos. ”

Loading...
Revisa el siguiente artículo