Victoria e Abdul - O Confidente da Rainha’ usa humor para narrar história de amizade

Por Metro Jornal São Paulo
Judi Dench e Ali Fazal interpretam protagonistas do longa - Divulgação
Victoria e Abdul - O Confidente da Rainha’ usa humor para narrar história de amizade

O diretor Stephen Frears nunca tinha ouvido falar da amizade entre a rainha Victoria e Abdul Karim até ler o roteiro de Lee Hall para o filme “Victoria e Abdul – O Confidente da Rainha”, que acaba de chegar aos cinemas. Mas, mesmo depois de conhecê-la, não foi isso o que o levou a fazer um filme sobre a história.

“Pensei nas piadas, que faziam o império britânico parecer ridículo. O roteiro siamplesmente me fez rir desse poder”, admite Frears.

Esse mesmo sentimento diante do absurdo da monarquia daquele período marcou com Eddie Izzard, intérprete de Bertie, o príncipe de Gales. “Tudo é rodado de um jeito muito bonito, mostrando uma opulência louca. Aquilo não era uma monarquia feliz”, afirma o ator.

Foi a amizade da rainha (Judi Dench) com Abdul (Ali Fazal) que a fez recuperar um senso humanista no fim de seu reinado, um momento em que ela via o próprio cargo em uma posição de crise.

Frears estima tanto Victoria quanto Elizabeth 2ª, que ele retratou em “A Rainha” (2006). “A única pessoa de quem nós realmente gostávamos naquele filme  era da rainha. Tivemos sorte de ter duas monarcas assim, capazes de ver os problemas de cada situação e mais inteligentes do que todos podiam esperar”, diz ele.

Veja o trailer:

 

Loading...
Revisa el siguiente artículo