Netflix anuncia produção de série italiana sobre prostituição juvenil

Por Ansa
Pascal Le Segretain/Getty Images
Netflix anuncia produção de série italiana sobre prostituição juvenil

Menos de um mês depois do lançamento mundial de "Suburra" e da produção sobre a Juventus, a Netflix anunciou nesta quarta-feira (16) que irá produzir sua terceira série original italiana, chamada "Baby".

O drama é inspirado em fatos sobre o escândalo "Baby Squillo", uma trama que envolveu políticos, advogados, empresários e até mesmo o esposo da neta de Benito Mussolini em um esquema de prostituição juvenil.

O episódio real aconteceu em Roma, em 2014. Na época, adolescentes estudantes de famílias ricas começaram a oferecer serviços sexuais em troca de dinheiro.

"A série reconta a história de um grupo de jovens de Parioli procurando sua própria identidade e independência entre o amor proibido, as pressões familiares e os segredos compartilhados", diz a Netflix.

A produção, realizada pela Fabula Pictures, conta com oito episódios e estreará em 2018. O roteiro é escrito por um grupo chamado GRAMS, que inclui Antonio Le Fosse, Eleonora Trucchi, Marco Raspanti, Giacomo Mazzariol e Re Salvador.

"Estamos orgulhosos de continuar investindo em conteúdo original na Itália e Baby é a representação do novo programa dos produtores de talentos. Não podemos estar mais emocionados de iniciar a trabalhar nesta série", afirmou Nicola De Angelis, produtor executivo da Fabula Pictures.

Atualmente, a Netflix é o maior serviço de entretenimento via internet do mundo, com mais de 109 milhões de usuários em cerca de 190 países. Gomorra Nesta sexta-feira (17), antes de chegar na TV, dois episódios de Gomorra serão exibidos nos cinemas da Itália. A série conta a história de um grupo da Camorra, a máfia napolitana. A saga foi inspirada no livro homônimo de Roberto Saviano. Na trama,

Pietro é líder do Savastano, um dos clãs mais poderosos da Camorra, e é um dos apontados a se tornar o chefe do grupo.
Seu braço direito é Ciro Di Marzio. O roteiro envolve prisões, traições e muita violência.

Loading...
Revisa el siguiente artículo