MasterChef Profissionais: Não pode fugir na reta final, afirma Pablo Oazen

Por Aline Küller e Vinícius de Melo - Portal da Band
Carlos Reinis/Band
MasterChef Profissionais: Não pode fugir na reta final, afirma Pablo Oazen

Pablo Oazen teve uma vantagem na prova de serviço no Jamile, um dos restaurantes de Henrique Fogaça, já que pode escolher em qual praça desejaria atuar por ter sido o melhor no desafio da cozinha molecular.
O cozinheiro mineiro escolheu ficar no centro e trabalhar ao lado de Francisco. “Eu sou um homem de responsabilidade, não tinha porque ser visto como o cara que com 50 pessoas foi fazer sobremesa, que ali era o mais tranquilo. Nesse momento de reta final não pode ficar fugindo, não”, afirmou ao Portal da Band.

Os dois optaram por uma receita de rabada com nhoque de batata e agrião, o que Pablo acredita que foi a chave do sucesso. “O diferencial foi escolher um prato principal que tinha tudo para dar errado e deu certo. Foi um ponto positivo”, declarou.

A rabada é considerada por muito um prato popular. No entanto, Pablo revelou que tem outra visão da receita e diz que trabalha para mudar o preconceito que existe com certas receitas.

“Não tenho a visão de que a rabada não é chique, trabalho com isso. Hoje em dia está crescendo a turma que tem trazido esse tipo de ingrediente para mesa para mostrar que tem muita coisa além de foies gras e vieira, que tem coisa mais barata e tão boa quanto”, argumentou.

Loading...
Revisa el siguiente artículo