Mãe de Cory Haim não acredita que filho tenha sido estuprado por Charlie Sheen

Por Estadão Conteúdo
Reprodução
Mãe de Cory Haim não acredita que filho tenha sido estuprado por Charlie Sheen

Judy Haim, mãe de Cory Haim, ator que foi apontado como vítima de abuso sexual de Charlie Sheen e morto em 2010, afirmou em entrevista ao programa Dr Oz, da Fox, não acreditar que as alegações sejam verdadeiras.

O site National Enquirer reportou na última quarta-feira, 10, que Sheen teria estuprado Haim durante gravações do filme Lucas, no qual contracenaram, lançado em 1986. Haim tinha 13 anos à época. "Eu saberia se tivesse alguma coisa errada. Meu filho não teve nada, ele era transparente. Ele nunca escondeu nada", disse ela. Também na quarta, um representante de Sheen disse que o ator "nega categoricamente estas alegações".

No vídeo, publicado no perfil do Twitter da exibição, ela diz, no entanto, que um outro homem abusou de seu filho. O nome do abusador, porém, é cortado do vídeo por um sinal. "Eu tenho que te dizer, que este cara (não audível) é o cara que abusou de meu filho", diz ela. A entrevista completa vai ao ar nesta sexta-feira, 10.

Loading...
Revisa el siguiente artículo