Detroit em Rebelião, Italian Film Fest, Paul McCartney e muito mais na agenda cultural do Metro

Agenda Cultural

Por Metro Jornal São Paulo

Veja as atrações desta sexta-feira (13) e do fim de semana em São Paulo:

CINEMA

Detroit em Rebelião. O longa de Kathryn Bigelow com John Boyega fala sobre as manifestações ocorridas em Detroit em 1967, quando a cidade se transformou em zona de guerra por cinco dias devido à divisão racial da população. Os protestos começaram quando as tensões da população negra de baixa renda chegaram às vias de fato com a polícia, em sua maioria branca e agressiva.“Detroit” se concentra em um episódio, quando policiais brancos foram investigar um possível tiroteio. Eles prenderam 12 suspeitos – 10 negros, 2 brancos – e os torturaram fisicamente e mentalmente. Quando os agentes saíram de lá, mataram três inocentes.

 

Logan Lucky – Roubo em Família. [EUA, 2017], de Steven Soderbergh. Com Daniel Craig e Katherine Waterston. Dois irmãos planejam um assalto durante uma corrida de NASCAR, na Carolina do Norte. Para não ter erro,eles decidem se associar a um ladrão para realizar a ação.

As Aventuras do Capitão Cueca – O Filme. [EUA, 2016], de David Soren. Com Kevin Hart, Ed Helms e Nick Kroll. Duas crianças hipnotizam o malvado diretor da escola onde estudam e o transformam no personagem de suas histórias em quadrinhos, o elástico Capitão Cueca.

 

Entre Irmãs. [Brasil, 2017], de Breno Silveira. Com Nanda Costa, Leticia Colin e Marjorie Estiano. Nos anos 30, duas irmãs separadas pelo destino enfrentam o preconceito e o machismo. Apesar da distância, elas sabem que uma só tem a outra e cada uma, à sua maneira, vai se afirmar de forma surpreendente.

A Menina Índigo. [Brasil, 2016], de Wagner de Assis. Com Murilo Rosa e Fernanda Machado. Sofia é uma criança diferente, que adora pintar e desenvolveu o dom de curar doenças. Quando um jornalista sensacionalista descobre seus poderes, a notícia se espalha e obriga os pais separados da menina a se unirem.

Como se Tornar o Pior Aluno da Escola. [Brasil, 2016], de Fabricio Bittar. Com Danilo Gentili, Carlos Villagrán e Bruno Munhoz. Dois estudantes se veem divididos entre as obrigações escolares, a necessidade de tirar boas notas e ter bom comportamento, e a falta de propósito em cumprir todas as normas de uma escola politicamente correta.

 

Italian Film Fest. Até o dia 21 de outubro, o Unibes Cultural, o Centro Cultural São Paulo e a Sala Spcine Roberto Santos vão receber uma invasão italiana como parte do Italian Film Fest. O evento realiza sua primeira edição já com altas aspirações. Serão exibidas 45 produções, desde clássicos a títulos recentes ainda inéditos no circuito – tudo com entrada gratuita. Os nove títulos da nova safra ressaltam o cinema comercial daquele país europeu, que dificilmente chega por aqui. . Mais informações em www.italianfilmfest.com.br.


SHOW

 

Paul McCartney Roqueiro promete setlist com hits como Live and Let Die / MPL Communications

One On One. Paul McCartney  toca novamente em São Paulo, neste domingo, no Allianz Parque. O show faz parte da turnê que estreou em 2016 e já passou por 12 países. No palco, o músico estará  acompanhado pelos seus parceiros dos últimos dez anos Paul “Wix Wickens” (teclados), Brian Ray (baixo e guitarra), Rusty Anderson (guitarra) e Abe Laboriel Jr. (bateria).  No Allianz Parque (av. Francisco Matarazzo, 1.705, Água Branca). Dom., às 21h.  De R$ 350 a R$ 850.

Banda Uó e Bruce Gomlevsky. Na sexta, às 16h, o trio pop faz show gratuito para celebrar os seis anos do projeto Estéreo MIS, que dá destaque às bandas independentes nacionais. No sábado, às 16h, Bruce se une à banda Arte Profana para relembrar clássicos da Legião Urbana, também de graça. No MIS (av. Europa, 158, jd. Europa; tel.: 2117-4777).

Xenia França. Conhecida pelo trabalho na banda Aláfia, a cantora apresenta seu primeiro disco solo, “Xenia”, com 13 faixas compostas por nomes como Tiganá e Chico César, além de três canções autorais. No Auditório Ibirapuera (av. Pedro Álvares Cabral, s/n, pq. Ibirapuera; tel.: 3629-1075). Dom., às 19h. R$ 20.

 

Maria Bethânia Fotoarena/ Folhapress

 

Maria Bethânia. A cantora repassa seus mais de 50 anos de carreira em dois shows na cidade. Destaque para os sucessos em sua voz, como “Negue” e “Reconvexo”, entre outros. No Citibank Hall (av. das Nações Unidas, 17.955, Santo Amaro; tel.: 4003-5588). Sex. e sáb., às 22h. De R$ 200 a R$ 560.

Macaco Bong. O quarteto brasiliense apresenta seu segundo disco de estúdio, “Deixa Quieto”, uma releitura de “Nevermind”, do Nirvana, no estilo  instrumental e barulhento. No Sesc Pompeia (r. Clélia, 93; tel.: 3871-7700). Sex., às 21h30. R$ 20.

TEATRO

Grupo Galpão. Companhia teatral das mais reconhecidas no Brasil, o Grupo Galpão chega a São Paulo para as comemorações de seus 35 anos de trajetória, que ocupam o Sesc Pompeia.Com origem ligada ao teatro popular e de rua, a trupe mineira desenvolve peças que aliam rigor, pesquisa e busca de linguagem, com o diferencial de equilibrar tudo isso com muita alegria e presença de público no espetáculo. Até 2/11, haverá a apresentação de uma peça diferente a cada fim de semana, sempre de quinta a domingo. No Sesc Pompeia (r. Clélia, 93, tel.: 3871-7700). De qui. a sáb., às 21h; dom. e feriados, às 18h. R$ 40. Até 29/10.

Hebe, o Musical. Após ser alvo de uma biografia, a apresentadora, cantora e atriz Hebe Carmago tem sua memória lembrada em um musical dirigido por Miguel Falabella. Com roteiro de Artur Xexéo, também autor da biografia, “Hebe, o Musical” evoca o estilo music-hall francês, como um teatro de revista. O centro narrativo é a relação da diva com seus três amores: Luís Ramos, Décio Cauano e Lélio Ravagnani. No Teatro Procópio Ferreira (r. Augusta, 2.823, Jardins, tel.: 3083-4475; qui. e sex., às 21h; sáb., às 17h e 21h; dom., às 18h; de R$ 40 a R$ 190).

Colegas. Dirigida por Leonardo Cortez, a adaptação teatral do filme homônimo de Marcelo Galvão conta a trajetória de três personagens com síndrome de Down que decidem sair em busca de seus maiores sonhos. No Teatro do Masp (av. Paulista, 1.578, Bela Vista; tel.: 3141-5959). Estreia sexta. Sex. e sáb., às 21h; dom., às 20h. R$ 50. Até 10/12.

K.I. O monólogo marca uma década de existência da Cia. da Memória e traz a atriz Ondina Clais interpretando essa obra de Fiódor Dostoiévski, que discute a opressão feminina. No Sesc Ipiranga (r. Bom Pastor, 822; tel.: 3340-2000). Estreia sexta. Sex., às 21h30; sáb., às 19h30; dom., às 18h30. R$ 20. Até 5/11.

Teatro no Belas. Com curadoria de Nelson Baskerville, a série abre o cinema de rua e provoca artistas ao diálogo com a telona. A abertura fica com “Eingengrau, No Escuro”, da inglesa Penelope Skinner. Na Caixa Belas Artes (r. da Consolação, 2.423; tel.: 2894-5781). Estreia hoje, às 20h. Qui., sex. e sáb., às 22h. R$ 20.

CONCERTO

Osesp. Sob regência de Marin Alsop e com quatro grupos corais, incluindo os americanos Emily Magee (soprano) e Nicholas Phan (tenor) e o barítono sul-africano Jacques Imbrailo, serão mais de 220 pessoas no palco para apresentar o “Réquiem de Guerra, Op.66”, de Benjamin Britten. Na Sala São Paulo (pça. Júlio Prestes, 16, Luz; tel.: 3223-3966). Qui. e sex., às 21h; sáb., às 16h30. Entre R$ 46 e R$ 213.

Il Divo. O quarteto volta a São Paulo para dois concertos, dentro da turnê “A Night With the Best of Il Divo”. No Espaço das Américas (r. Tagipuru, 795, Barra Funda; tel.: 4003-1212). Sáb., às 20h; dom., às 18h. De R$ 100 a R$ 650.

 

Loading...
Revisa el siguiente artículo