Força visual dos Panteras Negras é compilada em exposição

Nascido em 1966, no calor da luta pelos direitos civis nos Estados Unidos, o Partido dos Panteras Negras defendia minorias étnicas e pregava a luta revolucionária em prol do socialismo enquanto líderes afro-americanos, como Malcom X (1925-1965), eram sucessivamente exterminados.

Para disseminar suas ideias, a organização política fundada por Huey P. Newton (1942-1989) e Bobby Seale (1936) se valia de um jornal que conseguiu ampliar a visibilidade de suas causas a partir do apelo visual estabelecido por Emory Douglas.

Leia também:
Sóbrio e delicado, ‘Moonlight’ apresenta jornada de formação de jovem negro
Documentário indicado ao Oscar revê dolorida saga dos negros nos EUA

Alçado a ministro da Cultura do partido, o artista foi o responsável por cunhar a identidade gráfica da publicação, marcada pelo abuso da criatividade em meio a recursos limitados.

Esse trabalho pode ser conferido na exposição “Todo Poder ao Povo! Emory Douglas e os Panteras Negras”, que abre nesta quarta-feira (8), às 20h, no Sesc Pinheiros. O evento será precedido por um debate gratuito, às 18h30 com o próprio artista.

Organizada pelo coletivo colombiano La Silueta, a mostra apresenta diferentes facetas da obra de Douglas para o jornal, que circulou entre 1967 e 1981.

Estão presentes desde desenhos de traços densos e chapados, impressos em duas cores, a colagens, fotomontagens e misturas de fotos e ilustrações que dialogavam diretamente com as reivindicações sociais, econômicas e políticas dos Panteras.

A exposição reúne ainda imagens capturadas pelo fotojornalista americano Stephen Shames em torno de injustiças sociais, além de fotolivros, cartas e discos que proporcionam uma compreensão ampla do movimento político.

Ao longo do período expositivo, o Sesc realiza ainda palestras e oficinas sobre temas como imprensa, literatura e feminismo negros.

Serviço:
No Sesc Pinheiros (r. Paes Leme, 195, tel.: 3095-9400). Abre hoje (8), às 20h. De ter. a sáb., das 10h30 às 21h30; dom., das 10h30 às 18h30. Grátis. Até 4/6.

(crédito das imagens: © Douglas, Emory / AUTVIS, Brasil, 2017)

Loading...
Revisa el siguiente artículo