Projeto fotográfico faz prédios impossíveis se tornarem (quase) realidade

Por admin
Zoom_City Portraits_5 “Os edifícios são como as pessoas”, diz ilustrador / Arquivo pessoal

O ilustrador espanhol Victor Enrich está acostumado a cortar, dobrar e torcer edifícios nas mais ridículas formas que você pode imaginar.

Para divulgar seu trabalho, ele criou uma série de fotos chamada “Retratos da Cidade” (“City Portraits”) que foram feitas segundo um processo 3D que permite com que as imagens se transformem em verdadeiras ilusões arquitetônicas.

Leia mais:
Retratista Yeo divulga novas obras tendo Cara Delevingne como musa

Design gráfico no Brasil é tema de nova série no Arte 1

De acordo com ele, a inspiração para o projeto surgiu de uma longa jornada. “Um dia decidi fechar meu negócio e começar uma nova vida. Iniciei uma viagem sem nenhuma direção específica ou limite de tempo e acabou que ela durou sete anos e me levou para lugares como Letônia, Israel e Alemanha”, conta Enrich. “Durante a jornada, me apaixonei pela ilustração 3D, e meus retratos mostram exatamente essa paixão”.

O artista explica que para criar essas imagens ele precisa primeiro estabelecer um relacionamento com o edifício a ser retratado. “Sei que parece muito estranho, mas, para mim, os edifícios são como as pessoas, por isso somente após a relação especial ser criada é que começo a tirar fotos do local”. 

 Com as imagens em mãos, ele escolhe as melhores e inicia o longo processo 3D de reconstrução virtual. “No final de tudo isso é que realizo as transformações geométricas”, afirma o espanhol.

Apesar do carinho que tem pelos prédios, ele nunca esperou ver nenhum deles ser construído de verdade. “Olha, eles seriam um desastre, já que a maior parte não segue qualquer regra funcional”, conta Enrich. “Eu sempre digo que a arquitetura é para arquitetos; meu papel não é desenhar objetos que podem ser habitáveis. Prefiro manter total liberdade, trabalhando apenas com a realidade virtual”.

 

Confira algumas das criações do artista:

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo