Companhia de balé russo volta a São Paulo em temporada de ‘O Corsário’

Por fabiosaraiva
Lopatkina na pele da protagonista Medora | Divulgação Lopatkina na pele da protagonista Medora | Divulgação

Esta é a quinta vez que o Balé do Teatro Mariinski – mais conhecido pelo seu antigo nome, Kirov – vem ao Brasil, em uma temporada que parece buscar reparar as falhas do último giro da companhia pelo país, em 2011.

Naquele ano, a companhia russa que atravessou mais de dois séculos e ajudou a definir as bases da técnica clássica do balé trouxe seu elenco mais jovem e inexperiente para apresentar “O Lago dos Cisnes”, já dançado em outros dois de seus giros pelo Brasil.

Não que o espetáculo de agora não seja reprise: “O Corsário”, que fica em cartaz desta quarta-feira até sábado no Teatro Alfa, esteve no programa da turnê de 2001. O vale a pena ver de novo se justifica, no entanto, pela presença da estrela Uliana Lopatkina como Medora, uma escrava que se vê libertada por um pirata na versão do clássico criada em 1899 pelo coreógrafo Marius Petipa sob música de Adolphe Adam e Cesar Pugni.

Lopatkina esteve na turnê brasileira de 1996 ainda no início de sua carreira e, de lá para cá, se consolidou como um dos nomes mais populares do grupo, capaz de atrair um público cativo para vê-la em cena na maturidade de seus 41 anos.

Apesar de ser dançado por companhias de todo o mundo, “O Corsário” foi criado originalmente para o próprio Mariinski. Assistir ao conjunto de 170 bailarinos remontar tal espetáculo por aqui gera, portanto, uma forte expectativa quanto à precisão técnica, à explosão dos saltos masculinos e às linhas alongadas das garotas. Não é à toa que restam poucos ingressos para as apresentações.

No domingo, o Balé faz ainda uma apresentação especial com trechos de balés como “Les Sylphides” e “Dom Quixote”.

Serviço: No Teatro Alfa (r. Bento Branco de Andrade Filho, 722, Santo Amaro, tel.: 5693-4000). Nesta quarta e quinta, às 21h, sex., às 21h30, sáb., às 15h30 e 21h; dom., às 17h). De R$ 50 a R$ 400.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo