Teatro e show de música se misturam em três espetáculos

Por lyafichmann
Personagem-título é vivido por atrizes | Divulgação Fausto – personagem-título é vivido por atrizes | Divulgação

É peça de teatro ou show de música? As duas coisas! Destacamos três espetáculos em que atores contracenam com direito a música ao vivo.

‘Fausto’ – A versão da Cia. São Jorge de Variedades para o lendário personagem alemão popularizado por Goethe ganha temporada gratuita. Na montagem, o médico que vende a alma ao diabo é interpretado pelas atrizes Patrícia Gifford e Paula Klein. A música é parte esssencial da peça, já que trechos inteiros da história são cantados. No Teatro João Caetano (r. Borges Lagoa, 650, Vila Clementino, tel.: 5573-3774; de qua. a sáb., às 20h30, dom., às 19h; até 23/11).

‘Frida y Diego’ – Leona Cavalli e José Rubens Chachá vivem os personagens-título da peça dirigida por Eduardo Figueiredo e escrita por Maria Adelaide Amaral, que explora a conturbada relação do casal de pintores mexicanos. Em cena, um acordeon e um baixo tocam uma trilha que ressalta a passionalidade dos dois. No Teatro Raul Cortez (r. Plínio Barreto, 285, Bela Vista, tel.: 3254-1631). Sex., às 21h30 (R$ 60), sáb., às 21h (R$ 80) e dom., às 19h (R$ 70), até 14/12. Devido a uma parceria com o Museu da Diversidade Sexual, quem for vestido de Frida na sessão desta sexta-feira paga apenas R$ 20.

Atores tocam em cena | Divulgação O Dia em que Sam Morreu – atores tocam em cena | Divulgação

‘O Dia em que Sam Morreu’ – São os próprios atores da Armazém Cia. de Teatro, do Rio, que tocam os instrumentos da peça, em um movimento iniciado em 2010 sob inspiração do Grupo Galpão (MG). A música se tornou parte da pesquisa de linguagem da companhia, que debate ética nesta montagem sobre histórias que se cruzam em um hospital invadido por um atirador. No Sesc Consolação (r. dr. Vila Nova, 245, tel.: 3234-3043). Sex. e sáb., às 21h, dom., às 18h. R$ 40. Até 30/11.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo