Após ‘Once’, John Carney repete gênero em ‘Mesmo se Nada Der Certo’

Por fabiosaraiva
Keira Knightley e Mark Ruffalo vivem compositora e produtor no longa | Divulgação Keira Knightley e Mark Ruffalo vivem compositora e produtor no longa | Divulgação

Sete anos atrás, o músico-que-se-tornou-cineasta John Carney viu seu pequeno filme “Once – Apenas uma Vez” se transformar em um fenômeno (e ganhar o Oscar de melhor canção original) ao abordar a história de um músico de rua (Glen Hansard) na luta para gravar algumas músicas.

O diretor irlandês volta agora ao gênero com “Mesmo se Nada Der Certo”, que estreia nesta quinta-feira, no qual se instala na cidade de Nova York para apresentar um ex-empresário da indústria fonográfica (Mark Ruffalo) desesperado em tentar fazer uma tímida cantora e compositora (Keira Knightley) preparar um álbum com ideias “fora da caixa” após ela ter levado um fora do namorado aspirante a popstar (Adam Levine).

Para Carney, o filme é uma forma de explorar uma indústria em transformação, na qual sobreviver tem sido uma tarefa mais difícil do que nunca.

“Essa é uma questão sensível para muitos artistas que conheço. Muita gente dessa área sente que tem sido explorada ou percebe haver um entendimento de que seu trabalho deve ser feito de graça. Se um encanador vai à sua casa para consertar sua privada, você o paga, mas há uma grande cobrança para que músicos escrevam de graça”, afirma o diretor.

Apesar da coincidência de temas entre esse filme e seu maior sucesso, Carney diz não ter optado pelo roteiro apenas pelo fato de ele ter algo musical no meio. “A história é o que me atraiu. Eu não sento e fico pensando que algo deva ser um musical. Sento e penso sobre o que estou tentando tirar do peito”, defende.

Assim como em “Apenas uma Vez”, as músicas entram em “Mesmo se Nada Der Certo” de forma orgânica e realística. “Eles [os filmes] não são como musicais da Broadway nos quais o diálogo está ali para ligar os pontos entre as músicas. É o contrário. As canções estão lá para conectar e desenvolver os personagens e aprofundar a trama”, conclui ele.

 

Veja o trailer: 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo