Capital Inicial relembra protestos de 2013 em músicas de novo disco

Por lyafichmann
Capital Inicial traz sete músicas no novo disco | Divulgação Capital Inicial traz sete músicas no novo disco | Divulgação

As manifestações que tomaram o país em 2013 foram além das reivindicações da população nas ruas. E esse evento histórico é relembrado em seis faixas de “Viva a Revolução”, novo EP do Capital Inicial.

A banda começou a compor as músicas em junho do ano passado, em seguida dos protestos pelo Brasil. “Foram manifestações em nome da liberdade, contra todos e contra ninguém. Foi um período que me remeteu à época dos hippies, na década de 1960. Achei surpreendente e sedutor”, conta o vocalista Dinho Ouro Preto.

O cantor destaca que cada música aborda os protestos de maneiras distintas. Há faixas mais poéticas, como “Coração Vazio”, e há as mais incisivas e críticas, como “Viva a Revolução”, que tem duas versões. “Ao compor, percebi que as músicas tinham um fio condutor”, comenta.

“Viva a Revolução” - Capital Inicial (Sony, R$ 10) “Viva a Revolução” – Capital Inicial (Sony, R$ 10)

Toque de hip hop

Uma novidade do disco é a participação do grupo ConeCrewDiretoria, que dá uma batida de hip hop na segunda versão de “Viva a Revolução”.

“Conheci o Cone por meio do meu sobrinho, que produzia os vídeos deles. Embora fossem de outro grupo, gostava do jeito punk rock deles. Me lembrava de minha juventude. Depois vamos gravar um clipe e colocar na internet”, ressalta Dinho.

O EP também tem a participação do ex-guitarrista da banda Charlie Brown Jr., Thiago Castanho. “Ele é meu amigo de muitos anos, e estava arrasado com o que havia acontecido com o Charlie Brown [as mortes do vocalista Chorão e do baixista Champignon, em 2013]. Então o convidei para gravar com a gente”, explica Dinho, que também é jurado do “SuperStar”, que estreia terceira temporada no dia 19, na TV Globo.

Loading...
Revisa el siguiente artículo