3ª edição do Festival Mirada leva atrações de 12 países latinos a Santos

Por fabiosaraiva

Tão importante quanto reconhecer e acolher os talentos de fora é dar importância e incentivo aos artistas de casa. É com este pensamento que o Festival Mirada 2014, em Santos, começa nesta quinta-feira. Em sua terceira edição, o evento recebe 40 montagens de grupos artísticos de vários países e será realizado até o dia 13.

Após homenagear Argentina e México nas duas primeiras edições, o Chile é o escolhido da vez. “O Chile tem uma produção cultural muito forte. Escolhemos o país para ser o homenageado da edição por causa da história e de sua efervescência artística”, disse o gerente do Sesc Santos, Luiz Ernesto Figueiredo, que organiza o festival. Ele também disse que o Mirada não está apenas relacionado à quinta arte. “É bom destacar que o festival é de linguagem cênica, com grupos trabalhando a interpretação e a dança também, então não é apenas um festival de teatro.”

A maior novidade deste ano é de âmbito conceitual. Enquanto nas últimas edições o festival valorizou muito as atrações estrangeiras, desta vez o Mirada se dedica a fazer o público apreciar mais os espaços de Santos, assim como suas atrações. “Essa relação da arte com a cidade vai ser explorada em uma exposição fotográfica no Sesc. Ela foi produzida por 18 coletivos do exterior que se apropriaram de Santos durante a última semana e agora revelam na mostra um olhar diferente sobre a Baixada”, disse o gerente.

Para abrir a festa, o Sesc Santos recebe grupos do Chile e da Espanha. Às 21h, a “Compañia La Resentida” encena a peça “A Imaginação do Futuro”, que recria os últimos dias de Salvador Allende, ex-presidente do Chile. Já às 23h30, os Insectotròpics apresentam o espetáculo “Chapeuzinho Galáctico”, um show em que o grupo mistura pintura com música, voz e cinema.

Ao todo, estão disponíveis 16.800 ingressos para as apresentações em teatros e lugares fechados, mas a expectativa é que o festival receba cerca de 70 mil visitantes. “Estamos avançando para todas as regiões de Santos. Para nós é importante a ocupação da cidade por vários movimentos artísticos. Além disso, o festival tem ações ocorrendo em mais outras cinco cidades da Baixada”, disse Figueiredo. O público de São Paulo poderá aproveitar o transporte gratuito até o Sesc Santos, com saídas diárias do Sesc Vila Mariana (r. Pelotas, 141), através de agendamento pelo telefone 5080-3100. Os ingressos para os espetáculos custam R$ 40 e já estão disponíveis no site sescsp.org.br/mirada e nas bilheterias da rede Sesc.

Maria Pagés apresenta o solo “Utopia”, inspirado nas obras de Oscar Niemeyer | Divulgação Maria Pagés apresenta o solo “Utopia”, inspirado nas obras de Oscar Niemeyer | Divulgação

 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo