Exposição de design gráfico é atração no Sesc Pompeia

Por lyafichmann

Até 1808 era proibido imprimir qualquer coisa no Brasil, mas um certo decreto publicado naquele ano deu início ao que pode ser chamada de arte gráfica no país. O documento estará exposto a partir desta quarta-feira, no Sesc Pompeia, na exposição “Túnel do Tempo do Design Gráfico no Brasil”.

Com curadoria do designer Chico Homem de Melo, autor do livro homônimo à exposição, lançado pela Cosac Naify, a mostra terá um túnel de 25 metros com 140 peças que traçam um perfil do design no país desde o século 19, a partir do decreto, até os dias atuais.

“A minha preocupação desde o início da montagem da exposição foi fazê-la, fundamentalmente, para o não-designer”, explica Homem de Melo. “Por isso, a maioria das peças agrada ao bater os olhos. Não é preciso ser um conhecedor para apreciar a beleza delas”, analisa.

Entre tantas peças será possível ver a primeira série de selos postais do Brasil, apelidada de “Olho de Boi”, datada de 1843, a edição número um original da revista “Cruzeiro”, um marco do jornalismo no país, e até cartazes, como o da primeira Bienal de São Paulo, de 1951, ou a capa do disco “Calabar”, de Chico Buarque, censurado pela ditadura. “São obras que, ao seu modo, sintetizam o momento e o período que foram criadas”, comenta o curador.

Serviço: No Sesc Pompeia (r. Clélia, 93, Pompeia, tel.: 3871-7700). Abre nesta quarta-feira para convidados. De ter. a sáb., das 9h às 21h; dom. e feriados, das 9h às 19h. Grátis. Até 26/10.

tripla Peças fazem um perfil do design nos séculos 19 e 20 | Divulgação
Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo