Direto dos quadrinhos, ‘Guardiões da Galáxia’ chega aos cinemas

Por lyafichmann

Diga olá para o mais novo supertime da Marvel na vizinhança. Depois de invadir a Terra e Argard – o mundo de Thor –, a gigante dos quadrinhos passa a explorar também no cinema o universo. (Confira o trailer no final do texto)

“Guardiões da Galáxia”, que estreia nesta quinta-feira, é a aposta despretensiosa da Disney para conquistar ainda mais fãs para o seu universo.

O protagonista da vez é Peter Quill, vivido por Chris Pratt (da série “Parks and Recreation”), o único terráqueo da parada. Capturado da Terra quando criança ele guarda como relíquia, um walkman e mixtapes repletas de sucessos dos anos 1970 que permeiam toda a trilha sonora.

Autodenominado um fora da lei, ele acaba esbarrando na prisão com outros quatro sujeitos inusitados: a vingativa Gamora (Zoe Saldana), o ganancioso guaxinim Rocket (Bradley Cooper), o fortão raivoso Drax (David Bautista), e a árvore com sentimentos Groot (Vin Diesel).

Juntos, eles vão tentar impedir que o vilão Ronan se apodere da joia do infinito e destrua o universo. O problema é que os novos heróis estavam acostumados a lidar sozinhos com os próprios conflitos. O desafio para o sucesso da missão está no fato de eles aprenderem a trabalhar em conjunto.

A fórmula do longa é a mesma de todos os filmes da Marvel. Mas há dois diferenciais. O primeiro é o fato de a Disney ter evitado escalar os atores “óbvios” para os personagens. Com isso, Bradley Cooper, que tinha total pinta para ser o protagonista, aparece apenas dublando Rocket, assim como Vin Diesel, que acabou na pele da árvore que tem apenas uma fala. Pode parecer piada, mas esse é provavelmente o papel mais desafiador do ator até hoje, já que foi preciso demonstrar diferentes sentimentos apenas dizendo “Eu sou Groot”.

O segundo diferencial está no carisma desse quinteto improvável e no jeito como eles se esforçam para respeitar e valorizar as singularidades de cada um.

Garota durona profissional

“Guardiões da Galáxia” pode ser o primeiro filme da Marvel de Zoe Saldana, mas para ela, isso não é problema. Quando chegou a hora de lutar, a estrela de “Star Trek” e “Avatar” mostrou toda a sua experiência. “Não há memória muscular das coisas que eu fiz nos últimos sete ou oito anos”, diz ela. “Chris [Pratt] me dizia: ‘eu sei que você tem perfil de dublê, mas basta ser você mesma’”, revela.

“Eu não queria que Gamora fizesse qualquer ação típica de arte marcial, que só faz saltos, cai no chão e quebra. Eu queria que ela fosse um pouco mais graciosa e elegante na forma de lutar”, explica Saldana. “Ela tem que ser sedutora para fazer com que o inimigo caia no golpe.”

Veja o trailer do filme:

Loading...
Revisa el siguiente artículo