Exposição reúne 80 obras do pintor italiano Alfredo Volpi

Por Caio Cuccino Teixeira
Retrospectiva apresenta obras de 30 colecionadores | André Porto/Metro Retrospectiva apresenta obras de 30 colecionadores | André Porto/Metro

Italiano radicado no Brasil, Alfredo Volpi (1896-1988) se transformou em um dos artistas-ícones do nosso país, marcado em especial por uma série de telas que retratavam bandeirinhas juninas.

“Volpi – A Emoção da Cor”, que será aberta nesta quinta-feira para convidados e na sexta para o público na Galeria Almeida e Dale, é uma tentativa de descortinar também um outro tipo de produção do artista.

“Não há uma preocupação cronológica. Optei por trabalhar com alguns conjuntos de temas pelos quais ele passeou quase obsessivamente a vida inteira”, explica a curadora Denise Mattar. “Procurei desenvolver a exposição de forma a fazer você acompanhar o pensamento e a evolução do Volpi, que começa figurativo, chega numa fase quase concreta e depois volta à figuração de forma diferente.”

Ela ressalta a dificuldade para a organização da mostra. “A obra do Volpi é extremamente valorizada, o que torna o valor do seguro muito alto. Além disso, houve toda uma problemática de direitos autorais com uma das filhas dele e que agora está acomodada.”

Há telas inéditas e emblemáticas entre as 80 obras apresentadas, que foram pinçadas de 30 colecionadores, o que torna a apresentação uma oportunidade rara de observar tais trabalhos.

Serviço

Na Galeria Almeida e Dale (r. Caconde, 152, Jardim Paulista, tel.: 3887-7130). De seg. a sex., das 9h às 19h; sáb. das 10h às 13h. Grátis.

Loading...
Revisa el siguiente artículo