Museu da Língua Portuguesa recebe exposição modernista

Por Caio Cuccino Teixeira
Letras recebem os visitantes na entrada da mostra | André Porto/Metro Letras recebem os visitantes na entrada da mostra | André Porto/Metro

Espaço dedicado às palavras, o Museu da Língua Portuguesa passa a abrigar outros meios de arte. A mostra “Narrativas Poéticas – Coleção Santander Brasil”, que abre nesta terça-feira, vai reunir no primeiro andar do espaço 58 obras de 38 dos maiores nomes do modernismo nacional acompanhadas de 46 fragmentos de poemas que têm relações sutis com as peças e que serão espalhados pelo espaço expositivo.

O recorte, tanto das obras quanto dos textos, engloba desde criações a partir do século 19 a trabalhos contemporâneos. No campo das artes plásticas, destacam-se nomes como Alfredo Volpi, Candido Portinari, Di Cavalcanti, Manabu Mabe, Claudio Tozzi, entre outros. “São obras que dialogam com a produção poética brasileira, diz Helena Severo, curadora geral da mostra.

Os poetas Antonio Cicero e Eucanaã Ferraz fizeram a curadoria dos fragmentos de textos que foram alocados ao lado das peças, no chão e nas janelas. “Importante salientar que os poemas não são interpretações das telas, assim como as pinturas não são ilustrações dos poemas”, explica Cicero.

Nessa seleção entraram na exposição trechos de poemas de Augusto dos Anjos, Vinicius de Moraes, João Cabral de Melo Neto e Carlos Drummond de Andrade.

“A ideia é instigar o visitante a ver as obras também através da poesia”, complementa Suzane Queiroz, responsável ao lado de Marcello Dantase pelo projeto gráfico da exposição.

Serviço

No Museu da Língua Portuguesa (pça. da Luz, s/nº, tel.: 3322-0080). A partir desta terça-feira. De ter. a dom., das 10h às 18h. R$ 6. Até 20/7.

 ‘Howling for you’ (2012), de Renata de Bonis | André Porto/Metro ‘Howling for you’ (2012), de Renata de Bonis | André Porto/Metro
Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo