Filme de baleia assassina abre festival sobre meio ambiente

Por Caio Cuccino Teixeira
Cena do documentário ‘Blackfish’ | Divulgação Cena do documentário ‘Blackfish’ | Divulgação

Testes nucleares, Hiroshima pós-guerra, Xingu e problemas com o lixo. Essas são algumas questões que envolvem a temática da terceira edição da mostra Ecofalante.

A abertura acontece nesta quinta-feira, às 20h30, no Reserva Cultural (av. Paulista, 900, tel.: 3287-3529), com a exibição do filme “Blackfish – Fúria Animal”, que conta a história de Tilikum, a principal baleia orca do parque temático SeaWorld, em Orlando, nos Estados Unidos, responsável pela morte de três pessoas.

Outros destaques da Mostra são os documentários “Sinfonia do Solo” de Deborah Koons Garcia, viúva de Jerry Garcia do grupo Grateful Dead, “Figurões” (Big Men) de Rachel Boyntontem e produção executiva de Brad Pitt, inédito no Brasil, e “A Síndrome de Veneza” de Andreas Pichle.

Além da Reserva, as exibições acontecem simultaneamente no MIS, Cine Livraria Cultura, Centro Cultural São Paulo, Cine Olido, Cinusp Maria Antônia e Matilha Cultural. O evento terá também debates com alguns dos diretores dos longas. A programação completa pode ser vista no site ecofalante.org.br/mostra.

Assista o trailer:

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo