Musical sobre a vida de Elis Regina chega a São Paulo

Por Caio Cuccino Teixeira
Laila Garin interpreta a cantora Elis Regina | Bruna Prado/Metro Rio Laila Garin interpreta a cantora Elis Regina | Bruna Prado/Metro Rio

Uma intérprete intensa tal qual seus 36 anos de vida. Elis Regina (1945-1982), a eterna “Pimentinha” – apelido dado por Vinicius de Moraes, devido ao temperamento tempestuoso da cantora –, tem sua história revivida no palco, em “Elis – A Musical”, que estreia nesta sexta-feira, no Teatro Alfa.

Com texto de Nelson Motta e Patrícia Andrade, e direção de Dennis Carvalho, o espetáculo narra a trajetória da cantora desde que ela saiu de Porto Alegre, chegou ao Rio de Janeiro, aos 18 anos, surgiu nos festivais de música e conquistou o sucesso. E a trama não poupa suas dores e amores, como os relacionamentos com os músicos Ronaldo Bôscoli (pai do produtor João Marcelo Bôscoli) e Cesar Camargo Mariano (com quem ela teve Pedro Mariano e Maria Rita).

“Não vamos falar de drogas e álcool. Será um recorte sobre sua vida, da Elis mulher e cantora”, destaca Dennis Carvalho, que faz sua estreia em musicais. “Estou morrendo de medo, mas a experiência é muito boa!”, brinca o experiente diretor, que ficou amigo de Elis Regina dois anos antes de ela morrer.

Um rosto ainda pouco conhecido pelo público terá o desafio de interpretá-la: a baiana Laila Garin, vencedora deste ano do Prêmio Shell no Rio de melhor atriz. Ruiva e de olhos azuis, ela foi escolhida entre 200 candidatas. E divide a cena com os atores Felipe Camargo (que vive Ronaldo Bôscoli), em seu primeiro musical, e Claudio Lins (intérprete de Cesar Camargo Mariano).

“O Bôscoli parece ter feito parte de um pacote que ela não queria mais”, diz Felipe Camargo. “É um personagem muito rico, controverso. Tem o lado galanteador, um pouco cafajeste e também romântico e de produtor. Quando a Elis se separou dele, acho que ela não estava negando só o homem cafajeste. Ela queria mudar artisticamente.” O elenco traz ainda o ator Ícaro Silva, que interpreta o cantor Jair Rodrigues, um dos grandes parceiros da cantora.

Serviço

No Teatro Alfa (r. Bento Branco de Andrade Filho, 722, tel.: 5693-4000). Qui., às 21h; sex., às 21h30; sáb., às 16h e 20h; dom., às 17h. De R$40 a R$180. Até 13/07.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo