Morre Ernesto Paulelli, "Arnesto" do samba de Adoniran Barbosa

Por Tercio Braga
Ernesto Paulelli, ou Ernesto Paulelli, ou ‘Arnesto’, morreu aos 99 anos | Almeida Rocha/Folhapress

Morreu nesta quarta-feira, vítima de uma parada cardiorespiratória, Ernesto Paulelli, mais conhecido como Arnesto. Ele estava internado no hospital Sancta Maggiore, antigo Pedro II.

Com 99 anos de idade, Ernesto teve uma fratura do fêmur e chegou a passar por uma cirurgia, bem sucedida. No entanto, ele não resistiu ao pós-operatório a caminho do quarto.

Ernesto ficou imortalizado na música “Samba do Arnesto”, composta por Adoniran Barbosa. Ele morava na Mooca e deixou sua filha Valéria.

Ernesto Paulelli e Adorinan Barbosa se conheceram em 1938, quando o paulista se apresentou com a cantora Nhá Zefa. O sambista disse que o nome do amigo daria samba. No entanto, o homenageado só foi ouvir sua música em 1955, 17 anos após o primeiro encontro.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo