"O Último dos Malandros" conta a trajetória do sambista Moreira da Silva

Por Caio Cuccino Teixeira

livro-moreira-da-silvaOutro malandro que volta em biografia é Moreira da Silva (1902-2000). Lançado originalmente em 1996, “O Último dos Malandros”, de Alexandre Augusto, conta a trajetória do sambista criado no morro do Salgueiro e um dos representantes da nata da malandragem nas ruas do Rio de Janeiro a partir da década de 1920.

Antônio Moreira da Silva, conhecido também como Kid Morangueira, participou diretamente na produção do livro do jornalista baiano. O homem que é o símbolo do samba de breque começou a abrir sua vida com desconfiança, mas em pouco tempo se empolgou em contar suas histórias pitorescas.

Assim foi possível reconstituir os principais passos da vida e obra do malandro, como a sua primeira gravação como cantor, em novembro de 1931, com a música “Ererê”, ou então o começo do sucesso, com o samba “Arrasta a Sandália”, hit do Carnaval de 1933.

A publicação atualizada traz ainda um divertido glossário da malandragem, toda a extensa discografia de Moreira da Silva e fotos, desde sua infância até as últimas aparições, no seu aniversário de 98 anos.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo