Coletânea do "MAD" Sergio Aragonés chega ao Brasil

Por Tercio Braga

Há décadas ele mantém seu bigode indefectível e pelo menos nos últimos 50 anos esse simpático e proporcionalmente talentoso artista espanhol foi o responsável pelas tiras sem diálogos e as “marginais” mais famosas da “MAD”. Este é Sergio Aragonés, o lendário cartunista que é tema do mais novo livro da série “Os Grandes Artistas da MAD”, que chega às livrarias pela editora Panini.

As 272 páginas são recheadas do que há de melhor na carreira de Aragonés. Estão lá as inúmeras e inigualáveis marginais, com traços tão cheios de informações, mas ao mesmo tempo tão hilárias e perspicazes, como poucos conseguem fazer.

As principais histórias e cartuns do Aragonés (também autor da saga em quadrinhos “Groo, o Errante”) ganham espaço, escolhidas pelo próprio ilustrador, divididas cronologicamente, e que faziam parte das páginas da seção fixa, a “MAD vê…”, espaço que analisou e criticou com humor a sociedade americana, brincando sobre cachorros, passando pelo Batman, e cutucando até o programa espacial.

Outro ponto marcante são as diversas ilustrações inéditas criadas por Aragonés exclusivamente para a publicação, além de uma divertida entrevista inédita com o quadrinista, conduzida por Nick Meglin, ex-editor da “MAD” americana e um prefácio escrito por Patrick McDonnell, criador de “Mutts”.

aragones-1sergio-aragones-2

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo