Chris Noth e as delícias de ser um adorável canalha

Por Carolina Santos
Ator na pele de Peter Florrick, que disputa o governo de Illinois na quarta temporada de ‘The Good Wife’  | Divulgação Ator na pele de Peter Florrick, que disputa o governo de Illinois na quarta temporada de ‘The Good Wife’ | Divulgação

Não importa se ele é o Mr. Big de “Sex and the City” ou o Peter Florrick de “The Good Wife”, exibido às quintas, às 23h, no canal Universal. O fato é que Chris Noth construiu toda uma carreira ao interpretar adoráveis canalhas.

“Há um erro de julgamento sobre meus personagens. Eles são imperfeitos e têm conflitos internos. Logo, são complicados como qualquer pessoa”, afirma, defendendo suas personas nas telas. “Generalizar e dizer que eles são maus é um pouco ridículo.”

Noth admite ter uma queda pelos “bad boys”. Para o ator, eles são muito mais interessantes do que papéis padrão Disney. “Acho um tanto interessante e corajoso que uma série como ‘Mad Men’ consiga ter a atenção das pessoas. Não é um programa orientado pela ação e a história não se trata do mau comportamento de um vilão. É sobre um cara do ramo da publicidade que é obviamente muito complicado e pouco à vontade consigo mesmo. Ainda assim, é interessante”, diz.

O personagem atual de Noth é um dos piores tipos. Em “The Good Wife”, ele vive um ex-procurador do Estado que usou dinheiro do governo para contratar prostitutas e fazer um vídeo de sexo que acabou sendo vazado.

A “boa” esposa do título, Alicia Florrick (Julianna Margulies), é então forçada a testemunhar a seu favor. A libertinagem e as mentiras ficam piores à medida que a série avança. Ainda assim, Alicia parece confiar cada vez mais no marido desonrado – exatamente o oposto do que deveria fazer, segundo Noth.

“É possível que ele arranje mais problemas, mas não sei para que lado querem levar a série”, continua o ator. “Será que querem algo sobre um casamento que saiu do eixo e agora tenta retornar? Isso é interessante? Eu não sei, depende deles [os roteiristas].”

Apesar das complexidades de Peter, Noth diz que ele não é seu personagem favorito. Aliás, o ator se recusa a escolher um para o topo da lista. “Posso pensar em papéis que amo, mas, uma vez que os deixo, não há prediletos. São todos grandes e espero que, de alguma forma, eles confiram alguma satisfação para quem está assistindo”, diz.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo