Cisne Negro Cia. de dança celebra 3 décadas com "O Quebra-Nozes"

Por Carolina Santos
Montagem da comapanhia para o balé tem 120 artistas no elenco | Divulgação Montagem da comapanhia para o
balé tem 120 artistas no elenco | Divulgação

Conferir uma produção de “O Quebra-Nozes” durante o mês de dezembro é um dos programas para família favoritos nos EUA e na Europa. Por ser repleto de magia e encantamento, o balé faz um “esquenta” perfeito do clima para as festas de Natal.

Em São Paulo, apenas uma companhia resolveu abraçar a tradição ao longo dos anos. É a Cisne Negro Cia. de Dança, que, de hoje ao dia 22, realiza sua 30ª montagem consecutiva para a clássica trilha musical composta por Tchaikovski, no Teatro Alfa.

Neste ano, o elenco terá mais de 120 artistas, entre integrantes da companhia e extras contratados especialmente para o evento.

Enquanto leigos se divertem com o bom humor e a leveza da história, que narra o sonho de uma menina em uma viagem mágica em plena noite de Natal, os fãs de balé se deliciam com os convidados: Rolando Sarabia, bailarino do Rome Opera Ballet (de 12 a 22 de dezembro), Márcia Jaqueline, 1ª bailarina do Teatro Municipal do Rio de Janeiro (12 a 16 de dezembro) e Nadia Musyca, 1ª Bailarina do Teatro Colón, de Buenos Aires (17 a 22 de dezembro).

O público de São Paulo parece não se cansar de ver todos os anos a mesma peça dirigida por Hulda Bittencourt. Em 2013, o balé terá 18 récitas, 2 a mais em relação a 2012. Além disso, o espetáculo foi eleito o melhor de 2012 pelo júri popular do Prêmio Governador do Estado. Se depender desse pessoal, a tradição continua por bem mais que outros 30 anos…

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo