Pinacoteca celebra a obra da artista Moussia Pinto Alves

Por Carolina Santos
Detalhe de uma das obras de Moussia | Divulgação Detalhe de uma das obras de Moussia | Divulgação

Uma das artistas mais atuantes nos movimentos culturais do século passado, Moussia Pinto Alves (1910-1986) será celebrada na exposição “Moussia”, que abre sábado na Pinacoteca.

Nascida na Rússia, Moussia viveu em alguns países até conhecer em Hamburgo, em 1923, o jovem intelectual paulista Carlos Pinto Alves. Juntos, eles vieram morar no Brasil, onde começou a trajetória da artista a partir de reuniões realizadas em sua casa com alguns dos mais importantes nomes do modernismo.

Em poucos anos seu trabalho já se destacava, seja nas pinturas, retratos ou esculturas. Certa de 70 dessas obras estarão na exposição organizada pela Pinacoteca.

Nomes como Henry Moore (1898-1986) e Alexander Calder (1898-1976) são as principais referências nas esculturas de Moussia, que se transformam através de luzes e sombras. Essa abstração também poderá ser vista nas pinturas, apresentada tanto em naturezas-mortas e retratos de costumes populares quanto em impressões do cotidiano.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo