Novo filme de Turturro transforma Woody Allen em gigolô

Por george.ferreira

“Fading Gigolo”, o novo filme de John Turturro em que Woody Allen é um gigolô, Vanessa Paradis, uma viúva judia ortodoxa e Sharon Stone e Sofía Vergara, duas bissexuais ricas, estreou mundialmente este fim de semana no Festival de Cinema de Toronto.

Esta comédia escrita, protagonizada e dirigida por Turturro, um premiado diretor americano muito conhecido por suas participações como ator em filmes dos irmãos Coen e de Spike Lee, consegue algo pouco usual: pôr Woody Allen diante das câmaras em um filme do qual ele não é o diretor.

O filme conta a história de Fioravante (Turturro), um florista iniciante, e seu amigo livreiro Murray Schwartz (Allen), que se vê obrigado a fechar seu negócio porque “ninguém compra livros”. Para pagar as contas, ambos decidem se dedicar à profissão mais antiga do mundo.

Murray leva o assunto muito a sério e organiza os encontros do novo ‘acompanhante’. Entre as clientes estará a sexy Sharon Stone, que quer fazer um trio com sua amiga, a colombiana não menos sexy Sofía Vergara.

Woody Allen, de 77 anos, e Turturro, de 56, visivelmente se divertiram ao rodar este filme, que mostra uma relação quase filial entre os dois homens.

Os códigos típicos de Allen permeiam a comédia, que transcorre entre ritmos de jazz e é filmada em Nova York, com uma grande dose de humor judaico e uma chuva de réplicas eficazes.

Os escrúpulos dos dois aprendizes vão pelos ares quando aparece o dinheiro e depois de algumas questões sobre faturamento. Mas, além dos risos que o novo negócio desperta, o filme abre um parêntese sentimental quando Fioravante conhece Avigal (Paradis).

O resultado é um filme muito divertido, mas também delicado.

“Fading Gigolo” é o quinto filme dirigido por Turturro, mais conhecido por sua atuação em séries e filmes premiados nas últimas duas décadas, entre eles vários sucessos dos irmãos Joel e Ethan Coen (“Barton Fink”, “Histórias de Gangsters” e “E aí, meu irmão, cadê você?”), assim como os dramas “Faça a Coisa Certa” e “Febre da Selva” de Spike Lee.

O filme será exibido no Festival Internacional de Cinema do Rio no final de setembro. Sua estreia na América Latina está prevista para janeiro de 2014.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo