Maria Gadú se apresenta ao lado da Orquestra Experimental de Repertório

Por Carolina Santos
Gadú vai cantar ao lado da Orquestra Experimental | Divulgação Gadú vai cantar ao lado da Orquestra Experimental | Divulgação

Um dos nomes que mais se destacou na MPB nos últimos anos, Maria Gadú aproveita o momento para celebrar. Para isso, nada melhor do que lançar um disco que possa cantar com artistas consagrados e também destaques da nova geração.

Esse é o mote de “Nós”, álbum com 18 canções de autores que Gadú recebe para interpretar ao seu lado. E tem para todos os gostos. “É maravilhoso estar ao lado de pessoas como Caetano [Veloso], Milton [Nascimento], [Gilberto] Gil, inclusive porque as músicas que gravei são clássicos”, diz a cantora. Com Caê ,Maria interpreta “Nosso Estranho Amor”, enquanto ao lado de Gil e Milton eles cantam “Lamento Sertanejo”.

Ainda tem espaço para novos nomes, como Camila Witmann, Tiago Iorc e 5 a Seco. “Faço parte dessa geração. São meus amigos e acompanho de perto o trabalho deles”, conta. O álbum ainda tem nomes estrangeiros, como Jesse Harris e Eagle-Eye Cherry. “Só não entrou a parceria com o Tony Bennett por conta de contrato”, revela.

Gadú estará neste domingo em São Paulo, mas não será para lançar seu álbum. Ela participa de um show ao lado da Orquestra Experimental de Repertório e vai apresentar músicas de sua autoria, como “Altar Particular” e “A Valsa e Quem?”, além de outras composições, como “Amor de Índio”, de Beto Guedes e Ronaldo Bastos.

 

Loading...
Revisa el siguiente artículo