Festival de cinema tem mostra com biografias de astros judeus

Por Carolina Santos
Valeria Bertuccelli e Jorge Drexler protagonizam longa de abertura | divulgação Valeria Bertuccelli e Jorge Drexler protagonizam longa de abertura | divulgação

Tradicional no calendário paulistano, o Festival de Cinema Judaico chega à 17ª edição a partir de hoje com uma seleção de mais de 30 filmes de dez países diferentes, todos em torno do universo judeu.

Apesar de contar com produções inéditas ficcionais e documentais, o evento deste ano tem como destaque uma mostra paralela dedicada a cinebiografias de personalidades judaicas, como Bob Dylan e Serge Gainsbourg.

A sessão de abertura, restrita para convidados, exibe a première de “A Sorte em suas Mãos, do argentino Daniel Burman (“Abraços Partidos”), que tem o músico Jorge Drexler estreando como ator.

A partir de amanhã, o público poderá conferir em sete salas da capital esse e outros filmes, como o premiado “Lore” – sobre a fuga de uma jovem e seus irmãos após a prisão do pai, um oficial da polícia nazista – e o documentário “As Crianças de Hitler” – sobre os descendentes de líderes do nazismo.

Loading...
Revisa el siguiente artículo