Estados Unidos emitem alerta para síndrome inflamatória ligada ao coronavírus que afeta crianças

Por Publimetro

As autoridades de saúde dos EUA emitiram um alerta aos médicos na quinta-feira (14) sobre uma condição inflamatória rara relacionada ao coronavírus que está afetando crianças. Em alerta, o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) chamou a doença de síndrome inflamatória multissistêmica pediátrica.

A definição da agência para tais casos inclui infecção atual ou recente por covid-19 ou exposição ao vírus, febre de pelo menos 38 graus Celsius por pelo menos 24 horas, desconforto que requer hospitalização, marcadores inflamatórios nos exames de sangue e evidência de problemas em pelo menos dois órgãos, que podem incluir coração, rins, pulmões e pele.

O nome e a definição são semelhantes aos usados na Europa, onde a condição foi relatada pela primeira vez há várias semanas. A condição afetou pelo menos 110 crianças em Nova York e várias outras em outros estados.

Algumas crianças podem ter sintomas semelhantes à doença de Kawasaki, uma condição rara que pode causar inflamação e problemas cardíacos em crianças. Todos os casos relatados foram em crianças, mas o CDC disse que não sabe se a doença pode afetar adultos.

Os médicos devem estar atentos a essa condição e relatar casos suspeitos aos departamentos de saúde locais ou estaduais. “Esta doença deve ser suspeitada em todas as mortes de crianças que tiveram evidências de infecção por COVID-19”, disse o CDC.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo