Forte denuncia de enfermeira: "Eles estão matando pacientes com coronavírus e ninguém se importa porque são de minorias"

Por Metro Jornal

Nicole Sirotek é uma enfermeira que viralizou nas redes sociais após denunciar no Hospital Elmhurst, de NovaYork, Estados Unidos, está negligenciando o atendimento para minorias que estão com coronavírus, especialmente em pacientes afro-americanos. As autoridades do Hospital Elmhurst não responderam às alegações feitas.

“Eu sei que nem todo mundo vai sobreviver, eu não sou tão inocente. Eu sei que teremos muitas vítimas. Mas essas pessoas não estão morrendo de coronavírus (…) estou literalmente dizendo que estão matando essas pessoas. E ninguém me escuta”, disse Nicole Sirotek, que trabalhou até alguns dias atrás no hospital Elmhurst.

Em seu vídeo, ela compartilhou exemplos que ele alegou ter testemunhado nos quais foram aplicados tratamentos que acabavam matando pacientes, como intubações ou desfibrilações incorretas.

"Vi um anestesista colocar um tubo extraterrestre e quebrar um esôfago e o cara sufocado até a morte com seu próprio sangue". O coronavírus não colocou o tubo incorretamente ", indicou.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo