Retorno às aulas na China: alunos usam chapéus que ajudam a manter distanciamento social

Acessório serve para evitar aglomerações, evitando a propagação do coronavírus

Por Heloísa Scognamiglio - Canguru News

O retorno às aulas na China, que ocorre após meses de medidas restritivas por conta da pandemia do novo coronavírus, tem sido um pouco diferente para os alunos do primeiro ano da escola Yangzheng, na cidade de Hangzhou. As crianças estão usando chapéus com "réguas" que impedem que elas se aproximem demais uma das outras. O objetivo é evitar aglomerações para combater a propagação do coronavírus. 

De acordo com o jornal The Sun, muitos dos chapéus são feitos de papelão, coloridos e decorados. Mas também foram utilizado outros materiais: uma garota foi fotografada usando um chapéu com a "régua" feita de bexiga. As imagens dos alunos usando os chapéus têm feito sucesso nas redes sociais.

pri150217477-2031525554334ca80bc7bad3789057da.jpg

O vice-diretor da escola, Hong Feng, foi entrevistado pela mídia local. "Essa foi nossa ideia criativa. Nos ajuda a promover o nosso slogan: 'use um chapéu de um metro, mantenha uma distância de um metro"", disse. 

Leia também – Órgão de saúde da Inglaterra alerta sobre síndrome infantil que pode estar relacionada ao coronavírus

Com o retorno às aulas na China, a direção da escola tornou o uso dos chapéus obrigatório. As crianças também precisam usar máscaras faciais e manter as práticas de higiene recomendadas para combater o coronavírus. Os alunos são submetidos a testes de medição de temperatura corporal. A cidade de Hangzhou fica na província de Zhejiang, que atualmente possui 1268 casos confirmados do novo coronavírus, além de uma morte. 

Quer receber mais conteúdos como esse? Clique aqui para assinar a newsletter da Canguru News. É grátis!

Loading...
Revisa el siguiente artículo