Prefeitura abre hospital na Bela Vista com 124 leitos para pacientes com covid-19

Por Metro Jornal

A Prefeitura de São Paulo inaugurou neste sábado (18) o Hospital Municipal da Bela Vista, no centro da capital paulista. Inicialmente, o local irá funcionar de portas fechadas, recebendo apenas pacientes com covid-19 transferidos de outras unidades públicas.

Ou seja, o hospital não vai receber novos pacientes que buscarem o local apresentando sintomas da doença. O atendimento será iniciado nesta tarde, com cerca de 600 profissionais de Saúde, entre corpo médico, administrativo e apoio.

No total, são 124 leitos, sendo 29 de UTI (unidade de tratamento intensivo). “A medida que os respiradores forem chegando, nós vamos aumentando os números de leitos de UTI nesse complexo hospitalar”, disse o secretário municipal da Saúde, Edson Aparecido.

Veja também:
Mais 575 mil testes de covid-19 importados da Coreia do Sul chegam a São Paulo
São Paulo tem 38 laboratórios processando testes de covid-19

No total, foram investidos R$ 15,1 milhões, sendo R$ 6,6 milhões nas adequações físicas do prédio e R$ 8,5 milhões em móveis, equipamentos e profissionais – segundo a prefeitura, o projeto teve apoio do Ministério da Saúde.

“Passado o período de pandemia do coronavírus, esse hospital será referência no atendimento de pessoas em situação de rua na região central da cidade”, afirmou o prefeito Bruno Covas (PSDB).

Outras unidades municipais estão sendo ampliadas ou finalizadas para atendimento exclusivo de pacientes com covid-19. Segundo Covas, a cidade terá um acréscimo de 933 novos leitos de UTI até o fim de maio. “Tínhamos 507 leitos de UTI no início do ano e vamos ter até o final de abril mais 600. Em maio, teremos outros 333”, finaliza o prefeito Bruno Covas.

Hospital Municipal da Bela Vista Prefeito Bruno Covas (PSDB) visitou as instalações neste sábado (18) / Leon Rodrigues/SECOM
Loading...
Revisa el siguiente artículo