ONG Todos Pela Educação cria campanha para incentivar conversa entre pais e filhos

Organização lançou a ação #ConversarFazBem, que traz uma lista de perguntas que os pais podem fazer aos filhos para dialogarem mais nesta fase de quarentena

Por Heloísa Scognamiglio - Canguru News

Para  incentivar a conversa entre pais e filhos, a organização não governamental (ONG) Todos Pela Educação lançou a campanha #ConversarFazBem. A ideia é que os adultos aproveitem este período de isolamento social para dialogar mais com as crianças e os adolescentes que estão em casa.

A ONG afirma que conversar é um ato de amor e que, por meio dessa prática, é possível aprofundar vínculos entre pais e filhos. Para tanto, vale fazer às crianças perguntas simples como "Do que você mais tem medo?", "Qual foi o dia mais feliz da sua vida?" ou "Algum amigo já te deixou muito feliz? O que ele fez?".

Leia também – Pediatras dão dicas a pais que ainda não conseguiram organizar rotina

Segundo a organização, esses são tempos para cultivar ainda mais a empatia e aprender a conviver melhor. "É hora de cuidar e se conectar com quem está conosco em casa. De reforçar e aprofundar os vínculos entre nós. Como? Conversando", informa a ONG na página de divulgação da campanha. Você pode acessá-la clicando aqui. Há também uma lista com “100 perguntas que vão dar o que falar”, que pode ser baixada aqui – a lista pode ajudar a iniciar uma conversa entre pais e filhos.

Para participar da campanha, é só fazer uma ou mais perguntas para seu filho e registrar a resposta. O registro pode ser escrito ou em vídeo. Depois, é só postar nas redes sociais usando a hashtag #ConversarFazBem e convidando três amigos para o desafio. Assim, você incentiva mais gente a conversar com as crianças.

Leia também:
Unicef e OMS dão dicas sobre como falar de coronavírus com as crianças
Marcas oferecem guias com brincadeiras para as crianças se divertirem em casa

Quer receber mais conteúdos como esse? Clique aqui para assinar a newsletter da Canguru News. É grátis!

Loading...
Revisa el siguiente artículo