Coronavírus: apresentador sugere criar um ‘campo de concentração’ e choca internautas

Por Metro Jornal

Marcão do Povo, apresentador do programa “Primeiro Impacto”, do SBT, chocou a população ao sugerir a criação de um campo de concentração para isolar pessoas infectadas por coronavírus.

“Não seria interessante pegar, por exemplo, montar um campo de concentração, com equipamentos sofisticados, com os melhores profissionais e colocar essas pessoas com problemas e sintomas… E acaba também de ter que espalhar dinheiro pros estados. Esse negócio de vários governadores que nem sequer um caso foi comprovado e o estado decretou calamidade. O estado tem necessidade de decretar calamidade? Não tem!”, afirmou.

Os internautas logo reagiram ao comentário, pois os campos foram implementados pelos nazistas na Segunda Guerra Mundial. Os locais aprisionavam principalmente judeus que tinham que realizar trabalhos forçados, torturas e acabavam sendo assassinados.

“O senhor [Jair Bolsonaro] é o presidente da República, dá um decreto, põe o exército nas ruas, e aí o governador que descumprir… cana. Monta um campo, um local adequado e trata as pessoas lá. Os comércios abrem e funcionam tudo normalmente, para não ter esse negócio de espalhar dinheiro e todo mundo estar vivendo desse jeito”, continuou.

“É uma ideia que eu tô dando, a população pode concordar ou não concordar, o Presidente pode acatar ou não acatar. Eu acho que vai voltar a tudo ao normal, ‘vamo’ voltar todo mundo a trabalhar, a vida vai seguir. É uma ideia, fica a dica!”.

Loading...
Revisa el siguiente artículo