OMS: Fim do isolamento pode trazer impacto econômico ainda maior

Por Band.com.br

O diretor geral da Organização Mundial da Saúde ressalta que as medidas de proteção e prevenção precisam continuar a ser respeitadas para que os países consigam combater de forma eficiente o novo coronavírus.

Tedros Adhanom iniciou a coletiva de imprensa nesta sexta, 3, confirmando que a COVID-19 já infectou mais de um milhão de pessoas em todo o mundo e matou mais de 50 mil.

LEIA MAIS:
Centros esportivos viram abrigos para moradores de rua em São Paulo
Pesquisa XP: Aumenta rejeição de Bolsonaro em meio à pandemia

Ao lado da diretora do Fundo Monetário Internacional, Kristalina Gueorguieva, ele reafirmou a importância de as nações estarem aptas a evitar os problemas de saúde e os colapsos econômicos.

Para o diretor geral da OMS, a melhor maneira de controlar a situação é atacar o vírus com testes e isolamento.

Segundo Tedros Adhanom, se os países tiverem pressa em acabar com as restrições necessárias, o impacto econômico pode ser maior e mais sério.

Loading...
Revisa el siguiente artículo