Johnson & Johnson diz que pode lançar vacina para covid-19 no início de 2021

Por Estadão Conteúdo

A Johnson & Johnson informou nesta segunda-feira (30) que tem feito progressos em uma vacina contra o coronavírus e que o produto pode estar pronto para uso no início de 2021.

A companhia disse que os testes em humanos começarão até setembro, no mais tardar.

A empresa disse que pode conseguir uma aprovação para uso emergencial para disponibilizar a vacina no início do próximo ano. Ela também disse que tem duas alternativas, caso a principal candidata para ser essa vacina falhe.

Segundo a companhia, a vacina, se bem-sucedida, terá um custo acessível e será vendida sem busca por lucro.

Veja também:
Coronavírus: cerca de 1 milhão de pessoas mora em casas superlotadas em São Paulo
Justiça proíbe desembarque de tripulantes de navio atracado em Santos

Outras empresas buscam essa vacina para o coronavírus. A Moderna começou testes em humanos por uma vacina usando uma nova abordagem, que se volta para o RNA mensageiro do vírus, um tipo de material genético. A francesa Sanofi começou trabalho em linha similar.

A Johnson & Johnson disse que tentará escalar suas capacidades de produção global para fabricar mais de 1 bilhão de doses da vacina até o fim do próximo ano.

Ela também diz que trabalha com a Autoridade de Pesquisa e Desenvolvimento Avançados, um órgão do Departamento de Saúde e Serviço Social dos EUA, para expandir as pesquisas sobre o tratamento para a doença.

Loading...
Revisa el siguiente artículo