Presidente do Madero diz que foi mal interpretado: 'Não minimizei mortes por coronavírus'

Por Metro Jornal com Rádio Bandeirantes

O presidente da rede de restaurantes Madero, Junior Durski, afirma que foi mal interpretado depois que divulgou um vídeo que repercutiu nas redes sociais nesta semana.

No post do Instagram, Durski se dizia preocupado com os efeitos da quarentena na economia do País e o trecho "agora vão morrer 5 mil pessoas por coronavírus que nós não podemos evitar. Não tem como fechar tudo, se esconder do inimigo e não trabalhar", causou revolta.

Em entrevista à Rádio Bandeirantes na manhã desta sexta-feira (27), o empresário paranaense afirmou que foi mal interpretado. "As pessoas interpretam os outros de maneira às vezes maldosa. Está muito claro o que eu falei. Eu não minimizei o impacto das mortes nenhuma vez. E nunca vou minimizar o impacto de nenhuma morte", disse ele.

"O que eu fiz foi maximizar o impacto das centenas de milhares de mortos que vão ter como consequência desse lockdown, se ele for muito longo, se ele continuar, ao longo dos próximos anos", afirmou Durski.

Ele também projeta um número escalonado de pessoas sem emprego em virtude da quarentena."Porque eu não tenho nenhuma dúvida de que ao invés de 12, 13 milhões de desempregados que nós temos hoje, nós vamos ter 30, 40 milhões de desempregados".

"Uma pessoa que não tem renda, essa pessoa não tem vida. Quando não tem renda, não tem saúde. A saúde pública também vai ser prejudicada, em consequência. O governo só recebe dinheiro pelo pagamento dos impostos feitos que eu e todos os brasileiros pagamos. Se não ganhamos dinheiro, não pagamos imposto", completou ele.

"A consequência desse lockdown vai ser muito maior. Vão haver mortes, já está havendo mortes. Se tiver que escolher, não é que vou preferir 5.000 mortos. Prefiro que morram zero. Mas seja lá quanto for, do que morram 305 mil, 405 mil pessoas, que vão morrer ao longo do tempo porque não vão ter dinheiro, não vão ter saneamento básico".

Ouça a entrevista completa:

 

Loading...
Revisa el siguiente artículo