Prevent Senior relata melhora em pacientes com uso de medicamento

Por Band.com.br

O uso da hidroxicloroquina tem trazido bons resultados em pacientes com sintomas de coronavírus internados na rede Prevent Senior, informou o diretor-executivo da empresa em entrevista ao Brasil Urgente.

Segundo Pedro Benedito, a mãe do dono da Prevent Senior está sendo tratada com a substância e foi identificado uma estabilização do processo inflamatório do pulmão. "Começa a criar uma esperança no País e em todo o mundo que precisa tratar esses pacientes", afirmou.

O diretor-executivo disse ainda que outros pacientes medicados com hidroxicloroquina tem evoluído adequadamente, inclusive com redução da carga viral. "Os pacientes nem precisam de UTI mais", acrescentou Pedro.

É preciso, no entanto, ter cuidado. A eficácia do medicamento ainda está sendo estudada.

Há perigos, também, na automedicação. Em entrevista à BandNews FM, o toxicologista do Hospital das Clínicas de São Paulo Anthony Wong, assessor da Organização Mundial da Saúde para segurança de medicamentos, explicou que a hidroxicloroquina não deve ser consumida sem acompanhamento médico.

O especialista ressalta que os testes com o medicamento foram feitos em grupos ainda muito pequeno e chama atenção para os efeitos adversos da hidroxicloroquina, incluída pela Anvisa no grupo de produtos controlados.

Além disso, o medicamento é usado no tratamento de outras doenças, como a malária e o lúpus. Na semana passada, o Jornal da Band mostrou que pacientes com lúpus estão tendo dificuldades em encontrar a hidroxicloroquina nas farmácias, o que atrapalha o tratamento médico e pode levar essas pessoas a sobrecarregarem os hospitais.

 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo