Quarentena em São Paulo: veja o que abre e fecha na capital

Por Metro Jornal

A partir desta terça-feira (24), o Estado de São Paulo entra em quarentena para conter o avanço do novo coronavírus. A medida será válida até o dia 7 de abril, com o fechamento de boa parte do comércio e serviços não essenciais.

Na capital paulista, desde sexta-feira (20) o atendimento presencial do comércio da cidade já havia sido vedado por decreto do prefeito Bruno Covas (PSDB). Serviços de alimentação preparada, como bares, cafés e restaurantes, porém, podiam seguir abertos.

Na terça, com o início da quarentena oficial no Estado, esses estabelecimentos só poderão funcionar em sistema de entrega em casa (delivery) ou de retirada (como drive thru), não permitido o consumo no local. Padarias seguem a mesma orientação, funcionando também com o serviço de abastecimento.

Veja também:
Começa a campanha de vacinação contra a gripe
Homem é preso por organizar festa rave no interior de SP

O que abre em São Paulo na quarentena?

Seguirão abertos serviços considerados essenciais em seis áreas: saúde humana e veterinária; alimentação; segurança; limpeza; bancos; abastecimento. Na esfera privada, é opção de cada proprietário manter aberto seu negócio, como mercados e bancas de jornal. Confira lista:

Saúde humana e veterinária
• Hospitais;
• Clínicas;
• Clínicas odontológicas;
• Farmácias;

Alimentação
• Supermercados;
• Hipermercados;
• Padarias;
• Açougues;
*não poderão permitir o consumo de alimentos no estabelecimento durante a quarentena.

Segurança
• Todo sistema de segurança pública ou privada;

Limpeza
• Empresas de limpeza, manutenção e zeladoria (pública ou privada);
• Lavanderias;

Bancos
• Serviços bancários, incluindo lotéricas, seguem funcionando normalmente;

Abastecimento
• Transportadoras;
• Armazens;
• Feiras livres;
• Postos de gasolina ;
• Oficinas de automóveis e motocicletas;
• Serviços de transporte público (ônibus, trem, metrô, táxi, aplicativos de transporte);
• Call Center;
• Pet shop;
• Bancas de jornais.

Fonte: Prefeitura de São Paulo

O que fecha em São Paulo na quarentena?

Bares, cafés e restaurantes podem manter o funcionamento em sistema de entrega em casa ou retirada. O consumo no local está vedado – prefeitura afirma que fará fiscalizações para garantir o cumprimento do decreto de quarentena.

A recomendação do governo estadual é de que a circulação de pessoas se limite às "necessidades imediatas de alimentação, cuidados de saúde e exercícios de atividades essenciais." Festas ao ar livre, como "bailes funk", e outros tipos de aglomerações serão coibidas pela Polícia Militar.

Confira o que deverá ser fechado durante a quarentena em São Paulo:

• Bares;
• Cafés;
• Restaurantes;
• Casas noturnas;
• Shopping centers, galerias e estabelecimentos congêneres;
• Academias e centros de ginástica, ressalvadas as atividades internas;
• Espaços para festas, casamentos, shows e eventos;
• Escolas públicas ou privadas.

*Bares, cafés e restaurantes podem manter o funcionamento em sistema de delivery e/ou drive thru.
Fonte: Prefeitura de São Paulo

Loading...
Revisa el siguiente artículo