Gucci, Balenciaga e YSL vão produzir máscaras cirúrgicas para distribuição na Europa

Por Metro Jornal

O mercado luxuoso da moda está contribuindo de maneira efetiva nas ações contra a pandemia do coronavírus. O grupo francês Kering, responsável por diversas grifes, colocou as mãos na massa.

A empresa doou 3 milhões de máscaras cirúrgicas para o serviço de saúde francês, todas adquiridas na China.

Mas não é só isso. A Gucci, uma de suas marcas, está preparada para produzir milhões de máscaras e 55 mil aventais para serem usados na Itália. O retorno das atividades teve aval do governo italiano, que havia fechado os serviços não essenciais semanas atrás, quando o número de casos explodiu no país.

Balenciaga e Yves Saint Laurent, que têm fábricas na França, também vão começar a operar em breve com o mesmo propósito.

Cosméticas produzindo álcool gel

Paralelamente, a L’Oréal e  a Coty, entre outras indústrias cosméticas, estão produzindo álcool gel em lugar de perfumes e produtos de beleza.

 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo