Bolsonaro diz que revogou trecho de MP que previa suspensão de contratos de trabalho

Por Metro Jornal

O presidente Jair Bolsonaro anunciou, na tarde desta segunda-feira (23), que revogou o artigo da MP 927 (Medida Provisória) que autorizava a suspensão de contratos de trabalho por quatro meses.

O texto havia sido publicado no Diário Oficial da União nesta manhã. Em caso de suspensão do contrato, o empregador não seria obrigado a pagar o salário. No entanto, a empresa era obrigada a oferecer curso de qualificação online durante o período e manter benefícios, como plano de saúde.

Veja também:
São Paulo amplia capacidade de testes para diagnóstico de coronavírus
Olavo de Carvalho mente ao dizer que não há mortes confirmadas por coronavírus

A medida gerou polêmica nas redes sociais e a hashtag #BolsonaroGenocida se tornou o assunto mais comentado do Twitter.

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), também criticou a iniciativa do governo, que classificou como "capenga", e cobrou uma solução.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo