Coronavírus: Prefeitura estuda fechar parques de São Paulo

Por Rádio Bandeirantes

A Prefeitura de São Paulo vai monitorar o movimento nos parques da cidade ao longo do fim de semana para decidir se será necessário fechá-los. A informação foi dada pelo prefeito Bruno Covas, ouvido na Rádio Bandeirantes ao longo do Jornal Gente e do programa 90 Minutos.

Nesta sexta-feira (20), começa a valer a determinação do fechamento de comércios que não sejam ligados a alimentação e serviços essenciais, como mercados, farmácias e postos de combustível.

Veja também:
Mulheres vítimas de violência doméstica terão auxílio-aluguel em São Paulo
Hospitais privados temem falta de equipamentos de proteção em dois meses

Covas explicou que os demais estabelecimentos, como lojas de roupas e material de construção, podem manter as vendas por meio do delivery – entrega em domicílio.

O prefeito demonstrou preocupação com a situação financeira do comércio e afirmou equipes estudam medidas que podem ser tomadas, respeitando as limitações impostas pela lei eleitoral.

Sobre o transporte público, Bruno Covas afirmou que não houve conversa com os prefeitos das cidades do ABC sobre a decisão de paralisar os ônibus nessas cidades. Ele reforçou, porém, que no momento não há previsão de uma decisão semelhante em São Paulo, já que isso prejudicaria o trabalhador que depende do transporte público para chegar aos comércios que continuarão em funcionamento.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo