Moro comenta suspensão de visitas nos presídios: 'para prevenir a contaminação'

O ministro da Justiça e Segurança Pública foi entrevistado por Datena na Rádio Bandeirantes

Por Band.com.br com Rádio Bandeirantes

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, foi entrevistado por José Luiz Datena no programa ‘90 Minutos’, da Rádio Bandeirantes, na manhã desta terça-feira (17). Moro falou sobre as rebeliões de segunda (16), em São Paulo, e possíveis mudanças no sistema penitenciário por causa do coronavírus.

Veja também:
EUA iniciam 1º teste em humanos de possível vacina contra coronavírus
Brasil confirma primeira morte por coronavírus no país

Ele classifica como 'drástica' a medida de suspender as visitas em penitenciárias federais por 15 dias, mas garantiu não se tratar de uma punição aos presidiários. "É pra prevenir a contaminação dos presos e seus familiares". Moro ainda afirma que cabe às administrações penitenciárias locais fazer a avaliação dessa suspensão nas cadeias. "Os governos têm autonomia em seus sistemas penitenciários", completou.

O ministro lembra que é fundamental todos seguirem os protocolos e não vê necessidade de fazer o exame pra saber se está infectado. Sérgio Moro diz que não teve contato com membros do governo que estiveram com o presidente Jair Bolsonaro nos Estados Unidos e estão com a doença.

Segurança pública

Moro afirmou ainda a José Luiz Datena que, apesar da preocupação com a pandemia, não existira interrupção do trabalho das forças de segurança. "Os criminosos não suspendem as atividades por conta desse tipo de questão", se referindo à pandemia do coronavírus.

Confira a entrevista completa:

Loading...
Revisa el siguiente artículo